Vinicius Mendonça de Britto, Advogado

Vinicius Mendonça de Britto

(9)Aquidauana (MS)
288seguidores17seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Advogado em Aquidauana - Mato Grosso do Sul
O escritório BRITTO ADVOCACIA, presta serviços profissionais há mais de 15 anos, atuante em todo território nacional, atendendo na esfera judicial, arbitral, administrativa e consultiva (preventiva).
Especializado em Mediação e Arbitragem pela Fundação Getúlio Vargas; Direito Penal e Processual Penal pela Uniderp e; Perícia Ambiental pela Globo Verde.

Verificações

Vinicius Mendonça de Britto, Advogado
Vinicius Mendonça de Britto
OAB 11,249/MS

Autor (Desde Jun 2017)

Principais áreas de atuação

Direito Agrário, 12%
Direito Empresarial, 12%
Direito Imobiliário, 12%
Direito de Família, 12%
Outras, 52%

Primeira Impressão

(9)
(9)

9 avaliações ao primeiro contato

Direito do Trabalho

Trânsito

Direito de Família

Comentários

(41)
Vinicius Mendonça de Britto, Advogado
Vinicius Mendonça de Britto
Comentário · há 2 meses
PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO DE INSTRUMENTO. DECLARATÓRIA DE RECONHECIMENTO E DISSOLUÇÃO DE UNIÃO ESTÁVEL. LIQUIDAÇÃO DE SENTENÇA. ALUGUERES. IMÓVEL PERTENCENTE AO CASAL. ARBITRAMENTO. POSSIBILIDADE. LAUDO PERICIAL. PERITO. INDICAÇÃO PELA PARTE. ART. 421, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL. OFENSA. PRECLUSÃO. AGRAVO IMPROVIDO. 1. Tocante à insurgência acerca da determinação relativa ao pagamento de aluguel mensal em favor da Agravada a título compensatório pelo uso exclusivo do imóvel residencial, neste aspecto, a jurisprudência dos Tribunais pátrios, inclusive, do Superior Tribunal de Justiça, admite o arbitramento de aluguel nas hipóteses em que ocorrida a separação do casal e permanecendo o imóvel comum na posse exclusiva de um dos consortes, em favor daquele que afastado do lar conjugal. 2. De outra parte, a indicação pela Agravada do nome do perito que elaborou o laudo pericial ora impugnado, todavia, resulta preclusa a matéria de vez que intimado o Agravante acerca da nomeação do perito deixou de arguir a suspeição na primeira oportunidade, a teor do art. 138, do Código de Processo Civil, logo, anuiu tacitamente à designação. 3. Por derradeiro, ressai do laudo pericial os requisitos suficientes para determinar o valor do imóvel em questão ante a devida fundamentação, descrevendo o imóvel, localização bem como o método utilizado. 4. Agravo improvido. (Agravo de Instrumento nº 0001238-36.2012.8.01.0000 (13.772), Câmara Cível do TJAC, Rel. Eva Evangelista de Araújo Souza. j. 30.10.2012, unânime, DJe 13.11.2012)
Vinicius Mendonça de Britto, Advogado
Vinicius Mendonça de Britto
Comentário · há 4 meses
VIOLAR UM PRINCÍPIO É MUITO MAIS GRAVE QUE TRANSGREDIR UMA NORMA.

À luz da
Constituição Federal de 1988, o ordenamento jurídico brasileiro estabeleceu a proteção da dignidade do ser humano como valor supremo, assegurando a todas as pessoas, direitos e garantias fundamentais.

Ora, o Princípio da Dignidade da Pessoa Humana é o núcleo da Carta Maior de 1988, pois dele derivam-se os demais princípios e direitos fundamentais constitucionalmente consagrados.

Perfis que segue

(17)
Carregando

Seguidores

(288)
Carregando

Tópicos de interesse

(12)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Aquidauana (MS)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Vinicius Mendonça de Britto

Rua Estevão Alves Correa, n. 1.673, B: Alto - Aquidauana (MS) - 79200-000

(67) 98422-74...Ver telefone

(67) 99936-81...Ver telefone

Entrar em contato